[Resenha] Vou te contar por que estou solteira - Simone Lemos


Olá, gente!

Antes da resenha, venho lembrar que hoje é o último dia para participar do Top Comentarista do mês, mas vou abrir uma exceção para essa resenha. Vocês poderão postar comentários nela até amanhã (01/09) ás 23:59. Verifiquem se comentaram em todas as outras postagens

Título: Vou te contar por que estou solteira
Autor: Simone Lemos
Ano: 2015
Páginas: 221
Editora: Chiado

Sinopse
O que acontece quando uma mulher que chegou solteira aos 30 resolve que precisa se casar? No caso de Maitê, muita confusão e situações hilárias. Quando Maitê percebe que todas as suas amiga estão se casando mas que ela continua presa a um relacionamento sem futuro com o sedutor Leo, decide que devorar livros de autoajuda sobre relacionamentos será o caminho mais rápido para o altar. Só que na pressa de se ver casada, ela acaba comprando títulos demais, misturando o que os livros estão dizendo e assim trocando os pés pelas mãos. Ela só não imagina que enquanto planeja sua armações, o destino já havia planejado algo bem melhor para ela.

Resenha

Vou te contar por que estou solteira é um chick-lit lançado pela Chiado Editora, e como todo bom livro do gênero, ele nos arranca várias risadas das situações divertidas que a protagonista se mete.

Maitê é uma mulher de 30 anos, trabalha como jornalista em uma das maiores revistas de Brasília e tem ótimas amigas. Tudo parece muito bem resolvido, exceto o que ela considera como mais importante: sua vida amorosa.
Maitê sempre imaginou que aos 30 anos ela já estaria casada e com filhos. Porém, sua realidade é bem diferente, ela sequer tem um namorado, somente uma paixão por Leo, seu colega de trabalho. Eles já ficaram uma vez, foi o suficiente para Maitê se apaixonar, mas ele não demonstra nenhum interesse em levar o "relacionamento" a diante. O desespero toma conta e ela recorre aos livros de autoajuda, porém quanto mais ela se esforça, mais desastrosa fica sua vida amorosa, em contra partida, bem mais sucedida fica a sua carreira.


Maitê faz o tipo louca e desesperada, o que nos proporciona vários momentos divertido durante a leitura. Porém, para a minha decepção, é uma personagem muito imatura. Recuso-me a acreditar que as atitudes que ela tomou na maior parte do livro é de uma mulher de 30 anos de idade!
Ela parece uma adolescente apaixonada que se recusa a enxergar a sua realidade. Sua fixação no Leo é demais, na maioria do tempo eu queria dar uns tapas na cara dela para acorda-la.
Vou te contar por que a Maitê está solteira: porque ela é louca, imatura e fica batendo na mesma tecla, que por sinal está quebrada há bastante tempo.
Porém, ela amadurece. É interessante acompanhar essa evolução dela porque aprendemos algumas coisas também.

A escrita da autora é bastante fluida, e melhor, nos prende durante a leitura. Com exceção da imaturidade da protagonista, os personagens são bem desenvolvidos, principalmente os secundários. As amigas da Maitê são completamente diferentes umas das outras e é isso que dá destaque a elas.

"Enterro minha cabeça no travesseiro com vergonha de mim mesma. Pela segunda vez na noite, me sinto a típica representante do maior dos clichês: a menina que vai para cama e depois espera juras de amor. Quando na verdade, a ordem dos fatos teria que ter sido exatamente o contrário."(p.88)

A diagramação do livro é simples. A capa é o que mais gostei, foi o que me chamou atenção á primeira vista, para falar a verdade. A minha única decepção é em relação á revisão, que deixou bastante a desejar. Há bastante erros que não passam despercebidos e que incomodam. O livro precisa ser melhor revisado.

Para quem gosta de chick-lit, Vou te contar por que estou solteira é um prato cheio, pois contém tudo que um livro do gênero precisa. É recomendado também para quem está solteira ver o que NÃO é aconselhável fazer. Para se divertir bastante também, é claro.

Para quem se interessou pela livro e quer concorrer a um exemplar, é só participar da promoção "Chick-li X Distopia".


15 comentários:

  1. A capa é realmente linda Eli, agora essa imaturidade da protagonista e os graves erros de revisão me fizeram ficar com um super pé atrás com relação a esse livro. Acho que o jeito da mocinha é o pior, 30 anos e ainda cometer os mesmos erros? Ficar batendo na mesma tecla? Não dá. Posso longe mesmo. :)

    bju

    ResponderExcluir
  2. A capa é realmente linda Eli, agora essa imaturidade da protagonista e os graves erros de revisão me fizeram ficar com um super pé atrás com relação a esse livro. Acho que o jeito da mocinha é o pior, 30 anos e ainda cometer os mesmos erros? Ficar batendo na mesma tecla? Não dá. Posso longe mesmo. :)

    bju

    ResponderExcluir
  3. Oi ...
    Amo chick lits !!! São ótimas leituras e sempre tem personagens bacanas .
    Me desanimei um pouco com os erros que você mencionou :(
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela resenha!
    Não conhecia esse livro mas gostei bastante só pelo que você descreveu.
    Achei a capa bem chamativa e interessante.
    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Eliana.
    Adoro um bom chick-lit e é claro que me interessei no livro. Eu quando cheguei aos 30 e solteira me peguei igual a personagem hehe. Assim que der eu vou ler ele.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Já ouvi ótimos comentários sobre a Simone Lemos. Não me interessei muito pelo livro, apesar de gostar do gênero comédia/chick-lit, o livro não despertou o meu interesse. Até porquê, também envolve um pouco de autoajuda.

    ResponderExcluir
  7. Oie
    Pela sua resenha pude perceber que este livro é de leitura rápida e bem gostoso de se ler. Eu adoro livros do gênero e fiquei bem curiosa.
    Essa capa chama muito minha atenção.
    Adorei sua resenha.
    Beijos

    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. tem jeito de chick lit esse livro, coisa que eu adoro, amei a sua resenha e já to curiosa pra ler.

    ResponderExcluir
  9. eu admito não gosto de chick-lit, mas adoro um livro que proporcione boa risadas e por isso estou dividida
    a maitê me parece com algumas amigas minhas que estão desesperada p casar, mas acho que elas não estão lendo autoajuda (que eu saiba) e adorei que o livro é o que não se deve fazer ....

    ResponderExcluir
  10. Oie
    É uma pena que a revisão tenha deixado passar vários erros,isso atrapalha demais na leitura.Mas eu gostei do que o livro propõe e tirando o fato da protagonista agir como uma menininha a história deve ser bem engraçada.E como eu amo chick-lits se surgir uma oportunidade sem dúvidas vou ler.

    ResponderExcluir
  11. Oii Eli, tudo bem ??? Amei a capa do livro =D Não ando num momento muito bom para ler este gênero, mas em outra época, eu leria sim =D Bom saber que a protagonista amadurece :3
    Pena os erros de revisão, as vezes eles queimam muito um livro, um autor, uma editora :P
    Mas quando eu viajo demais na leitura, nem percebo as vezes, kkkk
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi
    Não conhecia o livro, mais apesar da resenha ser positiva não chamou minha atenção.
    Parece ser bem divertido, apesar de como disso a personagem ser um pouco imatura.
    Eu já li um livro da chiado e eles realmente pecam na revisão.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá Eliana,

    Não conhecia o livro, mas fiquei com muita vontade de ler, gosto do gênero e leio as vezes, dica anotada....bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Não conhecia o livro.Não é meu tipo de leitura, mas ultimamente andei dando uma olhada no gênero e acabei gostando de alguns, pode ser que esse entre para a lista :)
    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. Oie! Chick-lits não são o tipo de leitura que eu gosto, infelizmente.

    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir