[RESENHA] À flor da pele - Helena Hunting


Título: À flor da pele
Autor: Helena Hunting
Ano: 2015
Páginas: 336
Editora: Suma de letras

Sinopse
Tudo na tímida Tenley Page intriga o tatuador Hayden Stryker de um modo que ninguém jamais conseguiu: do cabelo longo e esvoaçante com aroma de baunilha até a curva suave do quadril... E o interesse dele só aumenta quando ela pede que ele tatue um desenho incomum em suas costas.Com seu jeito durão, Hayden é tudo que Tenley nunca se atreveu a desejar. A química entre os dois é instantânea e desperta nela o desejo de explorar o corpo escultural que há por baixo de tantas tatuagens. Traumatizada por um passado trágico, Tenley vê em Hayden a chance de um recomeço. No entanto, o que ela não sabe é que ele também tem segredos que o impedem de manter um relacionamento por muito tempo.
Quando os dois mergulham em uma relação excitante e enfim passam a confiar um no outro, lembranças e problemas batem à porta — e talvez nem mesmo a paixão entre eles seja capaz de fazê-los superar seus traumas.
 
 Resenha


 À flor da pele é um livro que vai trazer várias emoções à tona. Esta série, com o mesmo nome do livro, vai contar a história de Hayden e de Tenley, dois polos completamente opostos, mas ao mesmo tempo muito parecidos. De um lado, um lindo bad boy, coberto por tatuagens e piercings. Do outro, a mocinha tímida e boazinha. Quem vê de primeiro pensa que é um daqueles clichês que a gente cansa de encontrar por aí. Inicialmente foi o que pensei que seria, mas ao longo da leitura encontrei algo completamente diferente de tudo que tinha lido. 

A partir do primeiro encontro dos dois, a atração é instantânea, o que desperta o interesse de um pelo outro. Quando Tenley vai ao estúdio onde Hayden trabalha, com a intenção de fazê-lo tatuar um desenho grande e sombrio em suas costas, os dois entram em um relacionamento intenso sem volta.Uma das temáticas que eu achei muito interessante foi abordar esse mundo das modificações corporais. Para quem gosta do estilo, vai encontrar várias referências do tipo, em diversas partes do livro.

Eu gostei bastante dos personagens. Desde os primeiros capítulos, me vi conectada com o Hayden e com a Tenley, os quais carregam um passado cheio de mistérios. Quando mergulhamos na história, vamos descobrindo mais sobre eles, dois jovens que apesar de todo o passado, lutam para seguir em frente. Penso que por passarem por experiências parecidas, um encontrou no outro, consolo, paixão e esperança.

Os capítulos são narrados alternadamente pelo Hayden e pela Tenley, o que deixa a história mais incrível ainda. Eu particularmente amei o Hayden, com aquela fachada de durão e de que afasta as pessoas, esconde um lado muito sensível (confesso que me apaixonei por ele). Apesar de todas as merdas e besteiras que fez, é aquele mocinho que luta por uma vida melhor e mais digna. 



“Por trás do exterior durão, dos comentários cheios de segundas intenções e do flerte, se escondia um lado sensível. Contudo, assim como eu, ele era fechado; as tatuagens formavam paredes em torno dele. Eu sabia tudo sobre paredes, havia construído as minhas próprias.”

 Recomendo para todos aqueles que gostam de histórias bem intensas e com protagonistas bem complicados. Este livro vai deixar suas emoções à flor da pele.




























14 comentários:

  1. Oi Débora, realmente lendo a sinopse a gente pensa que vai encontrar o mais do mesmo. Que bom que isso parece não acontecer. Confesso que o que me deixou mais curiosa pra ler esse livro foi por ela tratar esse mundo das modificações corporais, sem falar no romance dos protagonistas que deve ser bastante intenso. Enfim, espero que um dia eu possa ler esse livro.

    bju
    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
  2. Estou lendo resenhas beeem instigantes sobre esse livro, Eliana!
    Vou ter que colocar mais uma na minha estante do skoob, haha
    Gostei de saber que foge do clichê e tem a visão dos dois. Personagens complicados são muito amor <3
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oiee
    Tudo bem?
    Parece ser um livro bem bacana, apesar de parecer meio clichê, mas já que disse que ele meio que te surpreendeu irei procurar. ótima resenhaaa
    Beijinhos Screepeer
    http://screepeer.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá.
    Não conhecia este livro! Parece ser uma boa leitura. Confesso que achei a capa linda!
    http://blogexplicita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Não conhecia este livro e nem a autora, me pareceu bastante interessante a história.
    Gosto de livros que nos surpreendem.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  6. Oie,
    já tinha visto o livro por aí, mas nunca tinha lido uma resenha.
    O livro parece ser muito bom hein?
    Fiquei muito curiosa.
    Dica anotada.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Débora, tudo bem? :)
    Mesmo que este fosse o clichê de sempre acredito que eu iria gostar! Adoro NA que aborda não apenas a tensão romântica "instantânea"rs entre o casal, mas também os conflitos pessoais de cada um.
    Confesso que fiquei curiosa para saber qual é o diferencial deste livro que você falou!!
    Dica anotada :)
    Beijos :-*

    http://versosenotas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi
    eu já tinha visto falarem desse livro, mais nem chamou minha a minha atenção pendei que fosse um livro clichê como você falou, gostei da resenha e lendo ela até achei a resenha interessante.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. já li algumas resenhas do livro mas até agora nao me decidi se leio o livro ou não, apesar da duvida, gosto de ler livros emocionante e que nos envolve na leitura.

    ResponderExcluir
  10. Olá ...
    Parece ser uma ótima leitura :)
    Adorei quando você revelou que os protagonistas são complicados .

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Débora.
    Realmente a história me pareceu ser meio clichê. mas eu adoro um clichê. O diferencial fica por conta do cenário. Acho que nunca li um livro que aborde esse mundo das modificações corporais. Fiquei interessada.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  12. eu nunca li nada da hunting e o engraçado é que a impressão que eu tenho é q é uma história super clichê o bad boy e a menina que quer começar a ser bad ambos com marcas do passado, e tal...mas são tantos elogios, falam tão bem da construção dos personagens e achei massa alternarem os pontos de vistas que eu fiquei curiosa ;)

    ResponderExcluir
  13. Achei interessante a proposta de um dos protagonistas atuando na profissão de tatuador, mas não gostei da premissa total do livro, não me identifiquei totalmente.

    ResponderExcluir
  14. Oie
    Os tatuados estão vindo com tudo,é Rule de um lado é Hayden de outro.Adoro livros assim,ainda mais personagens com essas imensas cargas emocionais.Alguém me disse que o próximo livro só vai ser lançado ano que vem,espero que não seja verdade,é muito tempo para esperar.E capítulos alternados são tudo de bom.
    beijos

    ResponderExcluir