[Resenha] Se Joga - Nancy Levin



Título: Se Joga
Autor: Nancy Levin
Ano: 2015
Páginas: 192
Editora: Gente

Sinopse
Encontre a coragem que nem sabia que possuía
Você não está feliz com os rumos que sua vida tem tomado e está deixando seus sonhos de lado. Sente-se num beco sem saída. E está errado! Existe uma nova rota. Só precisa fazer uma escolha – e esta é a coisa mais difícil pela qual já teve de passar. Falta coragem? Então este livro vai ajudá-lo.
Nancy Levin teve de suportar uma grande dor, e sobreviveu! Sua superação aconteceu por meio do método que agora ela compartilha com você. São dez passos para se jogar em direção ao que sempre desejou, e finalmente realizar o que seu coração tanto lhe pede.
Essa é uma jornada de aceitação e verdade para que você consiga visualizarse livre. Ao fazer sua escolha, terá clareza sobre seus limites, as pessoas certas ao seu lado e autodomínio para ir aonde quiser. Quando estiver pronto, saltará. E não estará sozinho! Este livro o acompanhará para que consiga lidar com as consequências da mudança e tenha uma transição suave. Por fim, o grande trunfo: dizer sim. Para você. Para sua vida. Para seus sonhos.

Resenha

Se Joga! é um livro de autoajuda escrito pela Nancy Levin e, um dos lançamento de fevereiro da editora Gente.

Através de relatos de sua própria história, Nancy nos prepara e nos motiva a Se Jogar! 
Ela cometera adultério há bastante tempo e depois de ser descoberta por seu marido, sofrer bastante e passar por um divórcio difícil, ela salta rumo ao desconhecido e inicia sua nova vida, com novas perspectivas, se tornando a verdadeira Nancy e escrevendo esse livro que certamente ajudou e continuará ajudando bastante gente. 
Ela vai contando a sua história de forma desenvolta, como exemplo e incentivo para fazermos nossa mudança pessoal, no final sentimos que ganhamos mais uma amiga valiosa.


Além das experiências da Nancy, o livro contém relatos de outras pessoas que tiveram que passar por mudanças, e é composto por uma série de exercícios que nos preparam para a mudança que queremos fazer. Os capítulos são divididos em 10 passos propostos pela Nancy, que podemos realizar de acordo com o nosso devido tempo. Deixando claro que as mudanças só acontecerão se realmente estivermos disposto a fazer acontecer.

Ela nos coloca de frente com nossos próprios medos; nos tira da nossa zona de conforto; nos ajuda a definir os nossos objetivos reais; o que realmente queremos para o nosso futuro; a definir novos limites, a pedir ajuda. E entre todas essas novas perspectivas que vamos tendo durante a leitura, ela nos ajuda finalmente a saltar, Se Jogar!

"Ser exatamente você mesmo, em um mundo que está fazendo o máximo para tornar você alguém diferente, significa ter de travar a mais dura batalha que um ser humano pode lutar e nunca parar de lutá-la."(p.125)

A narrativa é um dos melhores pontos do livro. Nancy conduz o enredo numa linguagem fácil e direta. É como se ela estivesse cara-a-cara tendo uma conversa franca conosco. Nos instiga a refletir sobre tudo. Ela não diz que precisamos mudar "isso" ou "aquilo" ela nos coloca para pensar com o que não estamos satisfeito, qual mudança queremos fazer e só nos ajuda a fazê-la.

A editora está de parabéns quanto a diagramação. A capa do livro é linda e chama muita atenção. A fonte de um tamanho confortável para a leitura. Os capítulo bem divididos, os relatos de outras pessoas separados da narração e devidamente destacado.


Se Joga foi um livro que me surpreendeu de certa forma, visto que não gosto muito de livros de autoajuda. Inicialmente o que me chamou atenção nele foi a capa, bem chamativa e que eu gostei de cara. Quando recebi o release dele fiquei mais curiosa ainda com a proposta. 
Após tê-los em mãos e finalizar a leitura, só pude me sentir satisfeita. Um livro que irei guardar, seja para caso precise dessa ajuda no futuro ou mesmo para alguém que eu conheça e precise de um incentivo como esse.
 Ele nos prepara para um salto que, talvez, nem sabíamos que precisávamos em nossa vida.


18 comentários:

  1. Oi Eliana! Gosto muito de livros de auto-ajuda, apesar de ler poucos, e logo fiquei interessada por este. Muito bom quando o autor não quer colocar uma ideia a força em nossa cabeça, mas sim nos levar a refletir e ter nossos próprios caminhos. A diagramação está mesmo super caprichada. :) Ótima resenha!
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Gostei da sua resenha, até então não conhecia muito do livro.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Eliana!
    Eu já li alguns livros de auto-ajuda quando era pequena porque eu lia qualquer coisa que surgia na minha frente hahaha! Hoje em dia, não gosto tanto. Mas concordo que a capa seja bonita e chame mesmo a atenção!
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Eliana, tudo bem??
    Eu conhecia esse livro mas eu sempre fiquei meio receosa a respeito, pois é autoajuda e não sou muito chegada a esse gênero. Porém, pelo que pude ver, esse livro é bem gostosinho de ler, quem sabe mais para frente eu não sou uma chance?? Você me convenceu. E a capa é realmente convidativa, hahaha
    Beijos,

    http://our-constellations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie Eliana! :D
    Se Joga! chama muita atenção com essa capa super colorida e linda, apesar de ser um auto ajuda sinto que devo dar uma chance para ele. Talvez eu me surpreenda! O.O

    Beijos e até logo! ;)
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  6. Apesar de eu não gostar muito de autoajuda, a premissa desse me pareceu bem interessante. Acho que leria sem problemas.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  7. Infelizmente autoajuda está em ultimo na minha lista de gêneros literários preferidos, por isso eu não leria. Mas achei legal a dica e vou indicar paras amigos que sei que gostam.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo joia?
    Eu não tenho muita paciência em ler livros do gênero, acho tão ZzZZzZz, mas eu curti a capa *--*

    Beijos
    http://intoxicadosporlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Nossa, pela capa eu NUNCA diria que é auto-ajuda!
    Esse gênero é um dos poucos que não me agradam, mas amei a resenha e as fotos.
    O que mais me chamou atenção, pra ser sincera, foi aquela caixa e Assassin's Creed! HSUAHSUH
    Beijos, Tabatha
    http://aproveiteolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Lia!
    Realmente se jogou né?
    Também não gosto de autoajuda, mas daria uma chance pra esse.
    "Diga sim para os seus sonhos e assuma o controle de sua vida" <---- Ualll hahah

    Beijos
    ​​​​LiteraMúsicas​ | Fanpage

    ResponderExcluir
  11. Olha eu li esse livro no começo do mês e tenho que confessar que ele me ajudou bastante por conta das dicas da autora. Me fez pensar em muitas coisas, mas eu ainda quero responder as perguntas do livro, porque achei bastante interessante e é uma forma bastante legal da gente se abrir e pensar nas nossas atitudes e também em tudo que sentimos. Agora quem tá lendo o livro é minha mãe, ou pelo menos tentando né?! hahahahaa...Mas gostei da sua resenha amiga. Parabéns. Ficou muito bem escrita e adorei as fotos também

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/06/resenha-navegue-lagrima_2.html

    ResponderExcluir
  12. As vezes é preciso de uma ajudinha pra gente ter coragem e se jogar seja em que for, um relacionamento, um projeto...
    Acho que o livro vem pra incentivar isso, as mudanças... Eu apesar de não ter lido muitos livros de autoajuda, gostaria de ter esse livro.

    beijos
    nathalia s.

    http://ventoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Ola!
    Esse livro parece muito interesante. Tenho vontade de fazer leitura de ele.
    Gostei muito da sua resenha.
    Beijos e boas leituras!
    http://abracalibro.blogspot.com.es

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Eu também não gosto de livros de auto ajuda, já tentei ler um e outro mas não funcionou, porem esse me chamou atenção, não conhecia. A capa ficou bem legal mesmo... Um dia quem sabe eu não goste de algum não é? Adorei a resenha :)
    Abraço!

    blogliterando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Hello!
    Quando vi a capa do livro e o titulo, achei que era um chick-lit!!! Nunca ia falar que era um auto ajuda, ta lindo a capa viu?!
    Eu confesso que nunca me senti atraida por livros de auto ajuda, nao peguei uma para ler para saber se gosto ou nao na verdade.
    Mas pela sua animacao ao falar do livro, fiquei animada de tentar pelo menos. pq todo mundo tem um momento que precisa dar a voltar por cima e se jogar mesmo na vida!
    Otimo post.
    Bjus

    ResponderExcluir
  16. Gosto muito de livros de auto ajuda e essa resenha me deixou bastante interessada em conferi esse que parece ser ótimo, a capa me chamou muita a atenção.

    ResponderExcluir
  17. Quando você olha para capa não parece ser um livro de auto ajuda, eu sou uma pessoa que adora livro de auto ajuda e esse realmente me deixou curiosa porque ela passou por uma situação realmente bem difícil,mais que bom que ela quis passar isso pra outras pessoas.
    http://bibliotecadesajeitada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir