Resenha: Tudo Por Um Popstar

Oi gente!
Tudo bem com vocês? Hoje é minha primeira resenha por aqui e espero que gostem. É sobre um livro que pode ser lido no verão, uma época cheia de brisas e tranquilidade, ou em qualquer outra situação que você precisa dar umas boas risadas...


Título: Tudo Por Um Popstar
Autora: Thalita Rebouças
Editora: Rocco
ISBN: 8532516432
Páginas: 168

Sinopse:  O novo romance da escritora Thalita Rebouças, Tudo por um pop star, da editora Rocco, aborda temas como amizade, fama e as loucuras que os fãs fazem por seus ídolos. O livro tenta desvendar o mistério desse amor um tanto esquisito e desenfreado que só fãs conhecem e, para isso, conta a história de Manu, Gabi e Ritinha, três amigas que moram em Resende, no estado do Rio de Janeiro, que poderiam ser descritas como tietes, fãs fanáticas, doidas varridas, sabe-se lá. Enfim, o trio é do tipo que faz tudo por um pop star.

Ainda mais quando o pop star em questão atende pelo nome de Slack Tom Tompson. Líder da banda mais pop, mais tocada e mais adorada do planeta, a Slavabody Disco Disco Boys, ele é considerado por adolescentes do mundo inteiro O pop star, o papa do pop, o pop em pessoa. Além dele, integram o famosíssimo grupo de acrobatas, dançarinos e, ah, sim!, cantores, três jovens gringuinhos, todos, obviamente, muito, muito pop: Julius Tiger, Alexander Ray Boff e Michael Lazdakson.

Ao descobrirem que seus maiores ídolos vêm ao Brasil para um show no Maracanã, Manu, Gabi e Ritinha fazem de tudo para ver os garotos bem de perto, vivem uma grande aventura mas... nada do que planejam dá certo. Apesar das várias tentativas e técnicas de aproximação, o trio de tietes só se mete em confusão. Uma maior que a outra. As peripécias desastradas acabam levando as meninas a pagar o maior mico de suas vidas, na televisão, em rede nacional.





Gabi, Ritinha e Manu são só melhores amigas e adolescentes de 13 anos que tem uma paixão em comum: serem fãs da boyband Slavabody Disco Disco Boys. E um dia Manu convoca as meninas para contar que eles farão um show no Maracanã, dali a 20 dias, e ficam doidas para ir. Elas moram em Resende, uma cidade há duas horas do Rio de Janeiro, e a loirinha(Manu) tem a ideia de pedir a ajuda de sua super prima que já viajou o mundo e “pegou” muitos famosos, a extrovertida Babete. Ela já foi uma tiete e topa em ajudar as meninas a realizarem esse sonho.
Babete Labareda conversa com os pais das três meninas e depois de alguns dias e conversas, eles deixam as meninas irem para o Rio. Elas ficam hospedadas na casa do amigo de Babete, Davi e a mãe dele quem levará as meninas ao show. Dona Eulália foi peça chave na história para que os pais permitissem a viagem. Porém, cada dominózinho que compunha o sonho das meninas vai caindo e caindo e derrubando o “amigo” próximo até que o show, que era para ser o melhor de suas vidas, vai por água abaixo.
As três se metem em confusões e passam vários micos. Os responsáveis dessa história? O destino que quis brincar com elas e a Thalita Rebouças que escreveu mais uma história divertida!



Lendo o livro, me lembrei do meu momento fã alucinada há muito tempo atrás. Os escolhidos para a minha loucura? A banda brasileira Rebeldes. A novela mexicana ganhou uma versão brasileira e eu sempre tive vontade de ir aos shows. Era alucinada, não perdia uma capítulo da novela, sabia todas as músicas, comprei álbuns e blá blá blá. Até que um dia, para ser mais exata 19 de Janeiro de 2013, eu realizei esse sonho em BH. Eu tinha que ter uma cúmplice mais doida que eu não é? Minha prima e minha tia. Eu amei o show e graças a Deus deu tudo certo, diferentemente do show no Maracanã das meninas. Fiquei na fila por horas, comprei camisetas, tirei fotos (que depois para o meu azar, acabei perdendo todas), gritei, mandei beijos e cantei TODAS as músicas. Hoje eu me interesso por outras coisas, mas aquele show e aquela época vão ficar marcados para sempre no meu coração. Fizeram e ainda fazem parte da minha vida e da minha adolescência. Uma boa história para contar aos netos, não?
A capa segue o estilo do Tudo por um namorado e Tudo por um feriado, que são outras aventuras e micos que essas três passam mais uma vez. A orelha quem assina é o Júnior (irmão da Sandy) e as orelhas dos livros da Thalita Rebouças sempre ficam mais lindas quando alguém que entende do enredo coloca a boca no trombone. A orelha nunca é uma influência para eu querer ler os livros, mas sinceramente, dessa vez, deixou ele com um brilho a mais.
Eu já li o Tudo por um namorado e no livro é citado essa aventura das meninas, então eu tive que ler. Como em qualquer outra obra, a Thalita é marcada pela sua escrita descontraída, divertida e alto astral. O livro é pequeno e a escrita ajuda muito na hora da leitura, que seguiu super bem. Ela é uma das escritoras que não precisam de muitas páginas para contar uma boa história, que inclusive virou musical há dois anos e a próxima vai virar filme!


Imagens do musical realizado em 2013


Eu sou o espelho da Ritinha e pela segunda vez me vi de "cabo a rabo" como ela. Como posso ser a imagem de uma personagem? Bom, não somos tãoooooo iguais mas, a Rita de Cássia é minha personagem preferida por compartilharmos vários aspectos! Ela é a mais nova e um amorzinho. As outras meninas também são engraçadas e a mais desinibida é com certeza a Gabi, que se solta no meio de todo mundo, não tem vergonha e acho que se ela existisse já estaria fazendo sucesso em alguma novela da Globo (seguindo às citações globais da Thalita, que marcam algumas linhas do livro).
Eu achei elas bem espertas e a forma de como a autora as tratou numa cidade que mal conheciam foi casual. Eu se estivesse no Rio, não sairia do hotel sozinha pra nada... Eu mal conheço a cidade e vou sair por aí como se estivesse na minha própria cidade e conhecesse todo mundo? É o que meu pai sempre diz, você precisa ter maldade. Você não conhece as pessoas que estão a sua volta... Tá certo que Quem tem boca vai a Roma, mas também não é assim né? Deixá-las sozinhas é uma coisa, sair por aí sem saber onde são os lugares direito, é outra totalmente diferente. Porém, gostei do jeito com que a Thalita deu o desenrolar de tudo. Ela conta a história com um domínio das palavras e como se estivesse literalmente só brincando de escrever.
O livro foi para mim, uma boa pedida para o verão, pois eu estava revoltada e com ressaca de uma leitura anterior. A história foi boa para dar uma relaxada, espairecida e esquecer a aflição que eu continuava guardando. E mesmo sendo infanto-juvenil, pode ser lido por todas as idades, já que é divertida, leve, nos faz dar umas gargalhadas e nos faz pensar se algum dia fizemos ou faríamos tudo por um popstar. 



11 comentários:

  1. Adorei a resenha. Muito boa !!
    ja li quase todos os livros da linda da Thalita, mas esse ainda não.
    Beijinhos

    literaturaeemdia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha. Muito boa !!
    ja li quase todos os livros da linda da Thalita, mas esse ainda não.
    Beijinhos

    literaturaeemdia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ai que nostalgia ! Li esse livro quando tinha exatamente 13 anos e me identifiquei bastante, até pelas personagens terem a mesma idade e serem muito fãs de alguma coisa. Eu sempre fiz o estilo fangirl, mas na época eu era bem mais histérica digamos assim. Tenho muita saudade desse livro e morro de vontade de comprar já quando eu li, foi emprestado. Acho que a Thalita é a escritora perfeita para iniciar os jovens no universo da leitura.

    Beijos,
    Bia

    www.nasuaestanteblog.blogspot.com | @NaSuaEstante_

    ResponderExcluir
  4. Oie.

    Nossa não conhecia a obra e pelo que vejo é algo bem leve e divertido. Espero ter a chance de chegar a lê-lo e conhecer mais sobre a trama

    Beijos
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Bela...
    A principio assim não sei se leria, mas olhando sua opinião, até posso mudar de ideia.
    Parece ser uma leitura leve e um livro diferente.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br
    Participe do Top Comentarista de Fevereiro

    ResponderExcluir
  6. Oi, Bela.
    Esse tipo de livro não me atrai, mas para quem gosta, certamente vai adorar

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 3 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Muito boa sua resenha! Não é meu estilo de leitura. Parabéns! você escreve muito bem!
    Nunca li nada da autora, mas vou dar uma chance algum dia. Sei bem como é essa vida de fã, também já fui no show da minha banda favorita e foi inesquecível !
    Beijo!

    Blog Literando>> http://blogliterando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oie tudo bem?
    Gostei muito da resenha, mas não me interessei pelo livro :(
    bjus

    http://magisbook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Bela!
    Gostei da sua resenha, mas não tenho muito costume de ler "Chick Lit", não me agrada...
    Espero mais resenhas aqui.

    Beijos
    ​​​​​​LiteraMúsicas​ | Fanpage

    ResponderExcluir
  11. Eu ameeeei esse livro, ri muitoooo, e também fiquei triste pelas meninas... Mas depois, que virada, que final hein??!!
    O sonho de qualquer uma! kkkk
    ameeei!
    li também o Tudo por um feriado, só falto o do namorado.
    Amoooooo todos que li (acho que 8) da Thalita, muito divertidos, sempre!! kkk
    bjoos

    ResponderExcluir