Resenha: Entre o Desejo e a Crueldade - Afrodite Dolce Submissa



Título: Entre o Desejo e a Crueldade
Autor(a): Afrodite Dolce Submissa
Ano: 2015
Páginas: 65
Editora: Tribo das Letras/Selo Métrica
CompreAmazon

Sinopse
Às vezes, os sentimentos mais puros e intensos surgem de onde menos esperamos. Passamos muito tempo de nossas vidas sentindo medo do novo, medo de se arriscar, medo de tudo. Você se arriscaria para viver uma paixão?
Até onde duas pessoas se permitem viver, sentir, transgredir regras por um amor? Amor este que surge de um estilo de vida que aos olhos de muitos é pouco provável que exista tão puro sentimento.
Mas aí vem a pergunta: o amor tem lugar e hora certa para acontecer? Tem um manual? Um livro de regras? Dicas e macetes para o jogo do desejo?
Acredito que para encontrar o amor, ou até mesmo viver uma intensa paixão é preciso ter coragem. É preciso conhecer e nos deixar conhecer por dentro. Quebrar barreiras ou velhos tabus. Desistir de toda e qualquer máscara.
É preciso se despir. Despir não um mero corpo, mas mostrar a essência da alma.
Resenha

Primeiramente tenho que dizer que esse é um livro para quem tem a mente aberta. E se você não gosta de livros adultos que tem como tema principal o BDSM, sugiro que passe longe desse aqui.
Eu costumo ler alguns livros hots, então pensei que esse seria mais um que eu levaria numa boa. Ledo engano! Confiram nessa resenha, onde foi que errei ao tirar minhas conclusões precipitadas sobre o livro.


Aymée é uma mulher bem sucedida, divorciada, mãe de dois  filhos e, que aos 40 anos nunca teve um orgasmo. Isso mesmo! Em todos os relacionamentos que já teve, ela nunca se sentiu satisfeita plenamente, seus parceiros a consideravam uma mulher fria na cama, por tanto, ela sempre achou que era um problema com ela. Isso, até que em uma viagem de férias para Itália, no dia do seu aniversário, seu amigo Lucas a convida para uma festa no "Castello", onde ela pode conhecer e, se desejar, tornar-se uma praticante de BDSM. É exatamente no Catello que ela conhece Tyeree, o Dom que aceita iniciá-la e o primeiro homem a proporcionar-lhe novas sensações... novos prazeres e...o seu primeiro orgasmo!

"Percebo que acabara de entrar em jogo perigosamente quente, onde eu viveria coisas que jamais sonhara, mas só de imaginar me enchia de tesão, tesão este que jamais sentira até aquele momento. No fundo, admito para mim mesma que sempre esperei viver algo assim, em que eu me sentisse aprisionada pelo tipo de poder que ele emana com tanta naturalidade."(p.06)

Durante a iniciação de Aymée, somos apresentados ao "mundo" do BDSM. Conhecemos mais sobre a prática e vários termos utilizados nela, inclusive, a autora adiciona um glossário BDSM no final do livro, que ajuda bastante e mostra seu empenho na criação da obra.

É um livro que me tirou da minha zona de conforto. Principalmente por conta das cenas de humilhação que a Aymée se submeteu nos testes de submissão. É algo muito forte, e apesar de saber que tudo aquilo é consentido e que ela poderia desistir a qualquer momento, me incomodou.

Tyeree é um personagem que de mocinho não tem nada, e nem deveria, afinal é um dominador habilidoso. Toda a sua experiência muitas vezes o torna duro demais - não preciso nem dizer que isso me irritou bastante-, só sabemos o básico dele, em relação a isso a autora deveria ter explorado um pouco mais os outros personagens além da Aymée. 
O romance apesar de não ser o foco do livro inicialmente, acaba ganhando forma no final. Ficou meio vago e pouco explorado, a autora focou tanto no BSDM que no final, acreditamos no amor da Aymée, mas quando temos que nos convecer do amor do Tyeree fica a sensação de que falta algo.

"―Gosto de você, Aymée, mas não como você espera. Não misture, não confunda as coisas, não quero você machucada. Sou seu Dono, não sou seu namorado, tampouco seu marido, não posso..."(p.28)

Li o livro em formato digital, gostei da capa, mas o que deixou a desejar foi a revisão. Encontrei muitos erros ortográficos, como frases inteiras sem espaço, falta de acentuação e palavras erradas. Espero que a editora faça uma melhor revisão no e-book. O livro possui somente 65 páginas que podem ser lidas rapidamente.

O que mais me agradou no livro foi a playlist. É um enredo envolto em música e tem uma trilha sonora muito envolvente! Prometo que em breve trarei a playlist para vocês.

Entre o Desejo e a Crueldade é a face real do BDSM. Não é um romance com uma pegada sadomasoquista, bem maquiada no enredo e com alguns tapinhas. É algo cru e intenso desde ás cenas á linguagem utilizada nos diálogos. É recomendado para quem gosta do tema ou tem curiosidade de conhecer essa prática e, obviamente, não recomendado para menores de 18 anos.

"Pare de ler romances eróticos e matérias em sites que não são do meio BDSM buscando respostas para suas dúvidas. Acredite, não vai te ajudar. Aliás, você pode até ler romance eróticos, se estes te excitam, mas aquilo não é BDSM real."(p.12)

Book Trailer 

19 comentários:

  1. Infelizmente não é o meu estilo literário :(
    Mas , para quem curte , deve ser bom .

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo joia?
    Bem curtinho o livro, ele não faz muito o tipo que gosto de ler. Ótima resenha;

    Beijos
    intoxicadosporlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oie Eliana! Uma pena que a revisão deixou a desejar, confesso que qualquer livro com este tema tem me interessado, até para entender melhor e entender todo o frisson de 50 Tons like! Anotei a dica!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  4. Olha eu sinceramente tenho que dizer que não sou muito chegada nesse gênero de livro, mas mesmo assim gostei do desenvolvimento da história do livro. Achei bastante interessante. Mas eu não pegaria para ler não. Acho que pegaria apenas romances mais leves, embora agora estou querendo sair um pouco dessa ZONA e mudar meus gêneros de leitura para fantasia/mistério/suspense hahahaha

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/05/resenha-toda-luz-que-nao-podemos-ver.html

    ResponderExcluir
  5. Oi Eliana!
    BDSM eu só li a trilogia Luxúria da Eve Berlin e, apesar das muitas ressalvas, achei bacana. Tem que ter estômago forte, cabeça aberta e. O primeiro livro foi uma dificuldade enorme para ler. Apesar de ter gostado da história, não estava preparada para o que iria encontrar. Com os outros dois foi mais tranquilo, afinal já tinha uma ideia do que se tratava e li sem problemas. Realmente não são livros que indico para muita gente, ainda mais pra quem não está preparado para o choque. rs
    Não conhecia Entre o Desejo e a Crueldade e a história também não me chamou muita atenção. E se o romance não foi tão bem desenvolvido, já não dá pra mim (sou fã de bons romances).
    Beijos
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  6. Oiii
    Costumo ler livros no estilo hot, mas BDSM acho que não é minha praia mesmo.
    Já li um livro assim e não gostei muito, apesar das outras coisas no enredo terem me agradado.

    Sucesso para a autora.

    bjs e tenha uma ótima sexta
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  7. Oi, Eliana!

    E ainda tem gente que reclama do BDSM café com leite de "Cinquenta Tons de Cinza", né?
    Gostei da ideia e acho que vou ler, é pequenininho, em menos de uma hora está lido. Vou botar na lista para não esquecer!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  8. Não sei se faz meu estilo, não, ainda mais que você falou que não estava preparada, hehe.
    Mas é tão legal quando o livro tem uma playlist, né? E que ela se encaixa direitinho com a proposta.
    :)

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  9. Oie Eliana =)

    Confesso que ando meio saturada do estilo e no momento estou preferindo mais os romances históricos do que os contemporâneos. Porém, acredito que para os fãs do gênero esse livro é uma boa opção ^^

    Beijos e um ótimo final de semana;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  10. Oi
    O enredo desse livro até parece ser interessante, eu leio livro Hot apesar de nõ ser meu tipo de leitura preferido, não sei se leria ele .
    Pena que está com uma revisão meio ruim

    http://momentocrivelli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Infelizmente esse livro não é para mim. Não gosto de sadomasoquismo. Leio livros eróticos, mas não com essa pegada. A capa é muito bonita.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Oláá!
    Creio que esse livro foi uma fanfic, não é?! Fiquei curiosa, mas realmente não sei se leria.
    Beijos!
    http://masenstale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oie Eliana! :D
    Esse não é bem meu estilo de leitura, leio alguns livros eróticos mas não focado nesse assunto... Não sei se eu iria gostar ou me sentir incomodada em diversos momentos apesar de ser um livro curto.

    Beijos e até logo! ^^
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  14. Bom, acho que nunca cheguei a ler um assim tão pesado, mas as vezes pra sair da zona do conforto não faz mal né. Só achei meio impossível ela nunca ter tido orgasmo e ter 2 filhos, mas ok.
    Respondi a tag que você tinha me indicado! :DD

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/2015/05/tag-7-coisas.html

    ResponderExcluir
  15. Nossa, nunca li nada assim e admito que fiquei curiosa, mas ao mesmo tempo receosa.
    Mas odeio livros com erros grotescos assim. Um ou outro em um livro grande irrita, mas passa.

    Vlw a dica, quem sabe depois de uma revisão rsrsrs

    Bjs!
    Viciados Pela Leitura

    ResponderExcluir
  16. Oi! Este tema está sendo muito abordado ultimamente, e fico curiosa para saber um pouco sobre a prática. Achei uma pena você não ter curtido tanto a leitura, não sei se leria por enquanto, mas não é uma leitura que eu descartaria. Concordo que a capa chama muito a atenção. :)
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Infelizmente não é um livro que eu lereia mas é legal saber que te fez sair um pouco da zona de conforto!.
    Abraço
    Leitura Fora De Série

    ResponderExcluir
  18. Olá!

    Imaginei que o tema fosse pesado só de ler o nome da autora hahaha enfim, eu curto livros hot, mas não sei se leria esse, me pareceu muito forte.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Com certeza não é meu estilo de leitura! Não curto livros eróticos... Único livro que eu dei uma olhada por alto foi o 50 tons, tudo por causa do grande sucesso. Sei que tem muita gente que gosta, não sou contra. :)
    2 filhos sem orgasmo... º_º
    Muito boa a resenha, passou bem o que achou do livro! Parabéns! :)
    Abraço!

    http://blogliterando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir